Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.


22
Out17

António Costa chora?

por Fátima Pinheiro

costa.jpg

 

Estive fora. Volto e oiço que o Conselho de Ministros reuniu sábado cerca de 11h. Proeza, hein! Ouvi bem e cheguei a algumas conclusões. O que são 11h? Oiço depois que vão seguir milhões e milhões. Então há dinheiro!!!! Oiço falar em unidade de missão. Aqui assusto-me. E nestes 4 meses tudo paradinho porquê? Eu sei que isto é chover no molhado. Mas é o que há.

Nada tenho contra as pessoas que integram o governo agora, dizem, remodelado. Tenho sim orgulho em ser portuguesa e de ter um Presidente que não faz de conta, não faz teatro, como muitos que por aí andam. Fingir é perder tempo. 

Afectos, sim, sempre. Mesmo na política. Senhor primreiro ministro, quando chora, quem chora: chora o primeiro ministro, chora o pai, chora o filho, quem chora? Se não sabe eu digo-lhe: quando o senhor chora é o António que chora. 

Chore, chore. E verá que será um político bom, humano.

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.10.2017 às 19:15

"... um Presidente que não faz de conta..."
Eu vou tentar medir bem as palavras para não errar ou ser mal interpretado.
Uma das coisas que aprendi na vida e que faz parte da minha natureza é que: quando todos correm para um lado, eu vou para o outro.
Concordando ou discordando, tenho todo respeito por este Presidente como tive pelos antecessores. Mas isso não quer dizer que não tenha um olhar critico. E vejo com uma posição critica o show mediático desta Presidência.
Obviamente não ponho em causa que se tenha sensibilidade nestas situações extraordinárias ou noutras e mesmo na governação, mas, ás vezes o excesso conduz ao ridículo e isso é um risco.
Eu identifico-me inequivocamente com os Valores e Princípios da Esquerda Democrática (a Esquerda Totalitária é outra conversa..) e como tal, discordo de quase, repito, quase tudo o que o anterior Presidente pensa, defende, representa e até de alguma frieza, mas não pode ser acusado, na minha modesta opinião, de não ter uma visão Institucional do cargo e de Sentido de Estado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.10.2017 às 20:26

Quem?! o Cavaco com sentido de estado?!! Se tivesse sentido de estado tinha-se demitido logo a seguir ao escândalo BPN! E já nem falo no resto das escandaleiras, a reforma que não dava para as despesas, a solidez do BES, etc.

Quanto ao Marcelo, já enjoa o aproveitamento mediático, e aqui tem o meu caro razão...
Sem imagem de perfil

De Adolfo Rocha MT a 22.10.2017 às 20:30

O Cavaco foi o coveiro de Portugal, ponto. Começou como primeiro ministro e acabou como PR a fazer a política da banca e economia de casino, a destruição do Estado que resultaram na TROIKA e no Portugal ardido!
Imagem de perfil

De Fátima Pinheiro a 22.10.2017 às 23:40

Eu hoje quis apenas sublinhar que Marcelo tem mostrado a realidade, e não anda pelo pais a fazer - como já vi escrito - a fazer Pornografia de afectos. Quem anda a fazer teatro é quem mente . E todos sabemos quem o fez e o faz obviamente que distingo, e sempre o farei, distingo os actos de quem os pratica. A consciência é campo impenetrável, sagrado. Ou por outras palavras, noto que depois dos últimos fogos Marcelo se revela diferente. Acho mesmo que se o seu exercício tem contrastado com uma certa e aparente passividade. E ao abraçar aqueles, é de certo modo eu que também abraço. Por isso agradeço.
Se enjoa é porque este Governo já fez tanta asneira que faz vomitar. Para grandes males grandes remédios.
Cavaco é outra história. Pode ficar para outro dia ?
Agradeço os comentários. E também acho que chega. Boa noite! Siga a Marinha...
Sem imagem de perfil

De Adolfo Rocha MT a 22.10.2017 às 20:42

O Cavaco foi simplesmente o Alfa e Ómega do desastre de Portugal. Começou como mordomo da banca e economia de casino e assim terminou a patrocinar a TROIKA que nos obrigou a vender os últimos anéis. Pelo caminho enlameou-se no BPN e tornou a presidência numa caricatura de um saloio que um dia achou que podia ser homem de estado. A ´recriação da fábula do sapo e do boi que resultou em meio Portugal ardido.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2017 às 09:05

Esta é uma calamidade que justifica despejar milhões. As reportagens televisivas desta semana deram conta da dimensão da tragédia humana e económica nas regiões atingidas.
Imagem de perfil

De Fátima Pinheiro a 23.10.2017 às 09:11

deviam já ter sido utlzados...
mas não havia
Imagem de perfil

De Fátima Pinheiro a 23.10.2017 às 21:55

é uma obrigação!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2017 às 13:58

https://www.rtp.pt/play/p3046/e311844/o-ultimo-apaga-a-luz
Imagem de perfil

De Fátima Pinheiro a 23.10.2017 às 23:13

Não conhecia. Obrigada
Sem imagem de perfil

De pitosga a 24.10.2017 às 16:15

Num dos últimos «governo-sombra» há um deles que faz o diagnóstico: o governo parece a agenda de convites para o aniversário de A. Costa.
Lindo e verdadeiro
Imagem de perfil

De Fátima Pinheiro a 24.10.2017 às 23:03

Eu também vi e achei isso mesmo!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

imagens rasantes