Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.



fotografia da net

Estes últimos tempos têm sido pródigos em "casos" de justiça que nos preocupam. Nalguns casos têm implicado muito sofrimento. Como sou fã de Ricardo Araújo Pereira, e acho mesmo que é dos melhores jornalistas que temos em Portugal - óbvio, um jornalismo pouco fedorento e perspicaz até dizer "chega" -, andava ontem a rir-me "com ele", quando me deparo com esta pergunta que ele fez num programa de televisão, ao então Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto. O Programa era: "Gato Fedorento - Marinho Pinto Esmiúça os Sufrágios". O que fui encontrar!

A terminar, e no fim de uma conversa que merece ser "vista", lá vem a resposta à pergunta em epígrafe, igualmente cheia de sentido de humor. Vem aqui: http://youtu.be/Ia1vdEknONM

E se Ricardo Araújo Pereira é jornalista, Marinho Pinto pode ser outras coisas, também. Como vem num livro que ando a ler (que frase foleira) eu sou antes de mais "eu". E não isto ou aquilo. Ou do clube A ou do Clube B. É bom "entrar" na "rentrée" com isto bem claro. Se cheguei tarde? Mais vale tarde do que nunca. E ser feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Sem imagem de perfil

De kika a 25.08.2014 às 09:35

Também tenho feito tudo para montar aqui
um arraial de gritaria mas ninguém me liga.
Será que terei mais sorte se mudar de clube?
Ainda não percebi como estas coisas funcionam.
Vou começar por mudar o toque do tlm de Happy
para missão impossivel.( e as ressacas continuam).
E muita atenção ao livro ( deve ser o mesmo de sempre)
Descartes?
Sem imagem de perfil

De kika a 25.08.2014 às 16:27

Bem vistas as coisas e depois da medicação tomada
vou deixar tudo na mesma e Happy todos os dias.
Sem imagem de perfil

De anonimo a 25.08.2014 às 16:30

Não visto roupa foleira. Talvez não dê trezentos euros por uma camisa (muitas delas foleiras) mas tento sempre ter um pouco de bom gosto. E se de algumas frases não guardo boas memorias de outras não tenho essa ideia, razão pela qual, respostas só por carta registada.
Sem imagem de perfil

De kika a 25.08.2014 às 17:35

Coitada da F.Pinheiro não tem sorte com os
comentadores que lhe saíram na rifa.
Uns com medicamentos a mais e outros com
falta deles.
Sem imagem de perfil

De J. Anjolas a 25.08.2014 às 18:19

É o que acontece quando se escreve para pensadores. Os que têm dificuldades, ficam assim... dependentes ou carentes.
Sem imagem de perfil

De kika a 25.08.2014 às 20:37

Tem razão e no meu caso alinho as duas.
Eu até estava convencida que ler coisas
para pensadores me iria ajudar a ultrapassar
esta triste situação . Não é caso. Que fazer ?
Nunca serei grande.
Sem imagem de perfil

De J. Anjolas a 25.08.2014 às 21:03

Não desista. Eu já me resignei.
Sem imagem de perfil

De kika a 25.08.2014 às 21:48

Eu já não sei que fazer...
Entre desistir e resignar sou incapaz de distinguir
a subtilidade também faz parte das minhas dificuldades
( o Ronaldo marcou ;-) )
Sem imagem de perfil

De silva a 01.09.2014 às 16:19

Vamos lá ver qual a diferença entre a justiça portuguesa, que desgraça o cidadão que dela precisa como o caso de 112 trabalhadores do Casino Estoril, passam os anos e nada e o Taliban que corta a cabeça a um cidadão dizendo que é infiel.
O Taliban mostra ao mundo a sua justiça mal ou bem.
A justiça portuguesa desgraça o cidadão levando à pobreza lucrando como os bancos e governos que se juntam como uma rede não se podendo provar as mortes por eles causadas.
Sem imagem de perfil

De silva a 04.09.2014 às 17:40

Qual o pior JIHADISTA, o que mostra uma decisão para muitos horrível, mas que para eles está correto.
Ou o JIHADISTA do Casino Estoril, que num despedimento coletivo ilegal afirma substituir uns por outros a recibo verde e que diz à boca cheia quem é que manda em mim. Mais utiliza os traficantes de influências, para estes golpes de destruição de centenas de famílias, onde tem até agora tem tido ajudas da justiça provocando atraso de um processo contra este despedimento elaborado pelos JIHADISTAS do Casino Estoril.
Um grande negócio da CHINA.
Sem imagem de perfil

De silva a 05.10.2014 às 11:07

A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol III
No caso da farsa do despedimento coletivo do Casino Estoril,passam já quatro anos sem fim à vista por atraso da justiça a maior parte das pessoas estão na miséria e vão inevitavelmente por falta de ordem económica entrar em pobreza profunda este é o maior espectáculo de drama deste Casino Estoril.

http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/
Sem imagem de perfil

De ernesto a 21.10.2014 às 14:10

No caso da farsa do despedimento coletivo do Casino Estoril,passam já quatro anos sem fim à vista por atraso da justiça com a flagrante desculpa da plataforma CITIUS, a maior parte das pessoas estão na miséria e vão inevitavelmente por ordem económica entrar na pré-reforma e outros nem isso, sem que os advogados, sindicatos ou o próprio tribunal informe as pessoas como agir para ter direito ao trabalho que tanto reclamam.

http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/
Sem imagem de perfil

De ernesto a 24.10.2014 às 14:57

qual o motivo do atraso do processo nº471/10.7TTCSC
e se isto não deva ser um caso de policia de se investigar quem tem o poder de atrasar processos, prejudicando a vida de centenas de pessoas.

DESPEDIMENTO COLECTIVO DO CASINO ESTORIL, vai para 5 anos, que andam a destruir a vida de centenas de pessoas.

O NOVO SISTEMA DE HOLOCAUSTO, não é preciso queima-los, basta fechar os olhos com a justiça, eles acabam por morrer de miséria e tudo passa.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

imagens rasantes