Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.


23
Set17

lindo.jpg

 

Bora mudar de Governo? Vivo num país onde hoje um Jornal publica um artigo muito sério. Ainda me surpreendo! Estarei nas mãos de terroristas? A natureza, aliada à falta de política florestal, deu no que deu. O terrorismo é da mesma família. E nós vamos de férias como se nada se passasse. O que nos vale é que o mal não tem a última palavra: já há muitas carecas a descoberto. Mas por alguma razão o sofrimento está aí: grande mistério é este!!! Da minha parte, sim, porque eu vivo em primeira mão, farei tudo o que estiver ao meu alcance para dar, de espacito, a vida que recebi  - faz hoje 57 anos + 9 meses na barriga da Esmeralda, minha mãe, que Deus sempre teve. A ela e ao António, de quem tudo recebi e continuo a receber (agora, a distância). Não me venham por isso falar de aborto. Aliás, venho aqui hoje para dizer algumas coisas inacreditáveis que se passam à minha volta e nos querem tornar numa civilização medíocre. E principalmente destas eleições. Isto não é parlapiê, o dia do voto avizinha-se. 

Não vou violar a mística da "véspera silenciosa", mas como tenho mais de 16 anos e não tenho por onde me apontem o dedo, e sobretudo porque valho só o que valho. Água vai.

Tancos e o que li no Expresso. Do que espera  o Comandante supremo? Pelo seguro vai falar depois das eleições.  Ele, que não existe sem opinar, cadê? Tem ainda uns dias para mostrar o que vale.

Ter no meu ( des) Governo pessoas que admitem, num projeto de lei, que os X de 16 anos podem escolher serem um dos mais de 30 géneros no menu disponível, é triste. É sempre a questão da sexualidade que vem ao de cima. Eu sei porquê. Mas também sei que raramente uma  pessoa se contenta com o que tem!! Corta o cabelo, põe extensões. Depila-se, e agora usam-se pelos!! Mas os homens (?) depilam-se.  Ah, o porquê da centralidade sexual: a sexualidade é muito boa. Sabem o que é?

A Escola serve para quê? Se é para sermos autónomos, ela já não é precisa. História é para decantar, passa o zenismo, leve e sem preconceitos. Bullshit. Todos temos preconceitos. O primeiro é o corpo.

E a dança da corrupção ativa e passiva na Justiça? Pois aqui reside a causa de tanto pôr de lixo debaixo do tapete...

Quero uma 2ª feira FORTE E FEIA. Podem enganar um miúdo de 16 a vender-lhe que a vida é bela com monstruosidades, aparentemente novas, mas que são tão velhas quanto a humanidade. Mas esquecem-se, on purpose, das grandes perguntas, de que ontem José Tolentino  Mendonça ao apresentar o seu novo livro lembrou. As grandes perguntas?  São elas que nos permitem avançar em cada dia, a enfrentar os belos problemas que vão surgindo. Mas não a qualquer preço.

Poupem-me a caras de missa de 7º dia. Mexe-te mas é, ninguém sabe o dia de amanhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.09.2017 às 22:03

Sempre fui sensato, humilde não.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

imagens rasantes