Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rasante

Rasante

Quem Escreve as suas Memórias ?

 

mem.jpg

imagem tirada da net

Não estou a pensar agora em mim. Falo sim em Memórias para a História com letra Grande. Eu sei que cada dia tem o seu afã, e que "não deixes para amanhã o que podes fazer hoje". Mas a verdade é que também não confundo agitação com movimento. Anda por aí muita barata tonta. Para ser clara: a Madre Teresa de Calcutá, por exemplo, cortava em frente, não escreveu as suas Memórias. 

Interessa sim construir a História. Escrever? A ela, a Irmã dos mais pobres dos pobres, que os acolhia em Sua casa, sobrou-lhe contudo tempo para escrever, preto no branco, o que pensava da política, dos homens, enfim, da vida. Ou seja, escreveu mesmo, sim, as suas Memórias. Mas em vários livros. Uns mais místicos, outros sobre as suas obras. Uma panóplia maravilhosa a explorar. Mas escreveu-as não por serem as memórias dela, mas as Nossas. Escreveu para nos lembrar do essencial. Obrigada e obrigada a quem escreve para me lembrar do essencial. E por certo, o essencial não se chama agitação, nem fogo de artefácios. Tem um nome, simples, mas marcante. Sabem qual é, não sabem?