Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

28
Dez14

E o elefante, nada?


Fátima Pinheiro

 imagem da net

 

Sigo a tradição se ela me corresponde, se me torna tudo mais claro, a fazer sentido. Incluo ditados, provérbios e assim. Vem este post porque conversa puxa conversa. Melhor, porque blogue puxa blogue. Embora o tema deste post não seja de hermenêutica; é sim, também, para umas boas festas. Perguntava o autor do outro blogue: quem anda a estorvar quem? Isto a propósito da sua interpretação de um capítulo do livro, considerado por insuspeitos e homens de gosto, o melhor livro de sempre. Para mim é um livro sem adjectivos. Aquilo é que é um livro. Até o meu Oliveira o usa à exaustão num dos seus filmes. Já digo qual é. Se digo agora depois ninguém me atura até ao fim. Mas o livro sim: Os irmãos Karamazov. Quem sabe ler, se não não leu este, anda a leste. 

O que estorva? Para já "estorvar" é uma palavra maravilhosa. Entra a wikipedia: fazer estorvoimportunar, incomodar; embaraçar;  tolherdificultar; impedir.  Palavra maravilhosa porque é leve para o que significa. Não é por acaso que na brincadeira se diz que a palavra russa para "sogra" é "sóstrova". Avante.

By other side, "se um elefante incomoda muita muita gente, dois incomodam muito mais."  Neste caso não acho a tradição muito rigorosa. Não que seja especialista em elefantes.Conheço apenas os cinzentos, o cor de rosa e o invisível (o que toca, ou tocava, o sino no Jardim Zoológico não conta, era mais macaco). Então?

É que tudo depende do que é incomodar? Pois é. Aqui não preciso de ir ao dicionário. O filme não lembro agora do nome. E vou tentar hoje, mais uma vez, não in-comodar ninguém. A não ser tremelgamente. Ossos do ofício.A filosofia é a única "profissão" que mesmo a brincar está em serviço. Uma chata, é que é. Mudem  de elefante. Pronto eu digo: o filme é A Divina Comédia (Manoel de Oliveira, 1991).

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Welcome back home...

  • Anónimo

    O AVC fez-te escrever ainda melhor! Welcome back!!

  • Fátima Pinheiro

    É mesmo!

  • pita

    Creio que será claro que Fátima, pelo que escreve,...

  • pita

    Um excelente (grande) filme. Tão marcado fiquei q...

Links

imagens rasantes

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D