Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

25.10.17

A política veste "Pravda"


Fátima Pinheiro

 

Ai se não fosse ela!  Ontem a moção de censura deu-nos uma grande lição. E sobretudo levantou-nos o ânimo. A Política é possivel. Temos sentido de Estado. A Política não tem cor nem veste Prada. A Política veste, sim Pravda. E nestes últimos meses  é de luto que tem dicilmente respirado. Mas está de volta, na sua Casa.

Era ver ontem a cara do Primeiro-Ministro enquanto Cristas apresentava a moção de censura. Encolhido,  envergonhado, censurado com razões que aquela senhora lia desfiando com fortaleza, sobriedade, e sentido de Estado.

Mas quem não se demitiu por um erro crasso, teve essa endurance e hoje já vai continuar a cirindar. Mas nada que apague o fogo em que se meteu.

Assunção falou o que eu queria dizer. E não sou a única. Falou por todos nós. E por Marcelo. Temos Parlamento, as instuições a funcionar. A lider parlamentar pôs os pontos nos "is"  de uma forma rigorosa e, nem mais, nem menos. E de forma educada, o que nem sempre se vé naquela casa. 

A moção não passou, é verdade. Mas passou. Quero dizer com isto que já nada será como dentes. E os "fofinhos" da esquerda mostraram mais uma vez que querem governar, doa a quem doer. E Costa ralado! Mas como não é um estadista, finca pé, e quais demitir-se!

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

11 comentários

Comentar post