Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

08
Jul18

As minhas aventuras na Rússia

Fátima Pinheiro

kazan-igreja-da-anunciacao-kremlin.jpg

 

 

"Ontem fomos ver Romeu e Julieta. Mais uma vez lá fomos ao Palácio de Congressos do Kremlin. Mais uma vez tive a oportunidade de me aperceber de várias coisas. Estavam milhares de pessoas. Quando chegamos às portas das muralhas, estranhamos desde logo a multidão. Nem nos passou pela cabeça que toda aquela gente se deslocara ali para ir ver o nosso (afinal o deles...) Prokoviev. Foi o André que nos esclareceu acerca do destino de tal mar. Lá entramos bem devagar, uns atrás dos outros, muitos que éramos. Todos tão diferentes…Já não falo nas cores, ou nas nacionalidades. Refiro-me também à idade, à maneira de vestir. Nunca vi tais discrepâncias de estilo! Anos 30, anos 60, anos 70, anos 90, ou anos nenhuns. Como que uma intemporalidade dos espaços do vestir. Uns feíssimos, outros belíssimos. Lembrei-me da resposta de um professor de História da Moda, quando lhe perguntei o que era a moda: “a moda é aquilo que passa de moda.”

 

Mas, no caso, estava-se para além da moda. Uns pobres, outros quase miseráveis, outros, em menor número, a ostentar riqueza, alguns gosto, alguns o último grito da moda (o último, mesmo).  Mas é de notar que em geral, e esta é uma característica das mulheres russas (das Natashas, Ludmilas, Irinas, Lenas, Olgas e Tânias), há um esmerado cuidado no arranjarem-se. Elas distinguem perfeitamente as ocasiões. Se de festa, se de trabalho, radicalizando por vezes despropositadamente, mas apesar de tudo muito naturalmente, a maneira de se apresentarem.

 

A nossa Natasha, baby-sitter e amiga, para ilustrar o que digo, tem todo um ritual de se arranjar de manhã, antes de sair para a universidade, impressionante. Às vezes excessivamente apinocada para a circunstância, mas nunca sem um toque de cuidado que lhe ressalta, sem dúvida, as suas notas naturais de beleza; tem uns olhos azuis lindíssimos.

 

Dá a ideia que se preparam para o dia como se fosse a sua oportunidade única para brilhar, o que denota um gosto pelo momento presente, um viver a vida de uma forma intensa (isto faz parte da alma russa...).

 

O mesmo se diga das roupas: têm pouco mas o que têm é bom. Não precisam de quarenta camiseiros nas gavetas mas sim de dois, ou apenas um, de boa qualidade. Por isso se apresentam cuidadas, às vezes estilosas. E até czarinas.

 

Voltando ao Kremlin, lá dentro, as cores vermelhas da sala gigantesca aliadas ao escuro da cor do espetáculo tornavam todos e cada um num pequeno pormenor dum quadro único (sensação semelhante à que tive na sala de espetáculos do Kennedy Center: a mesma imponência, o mesmo vermelho). Muito esbatidos ofereciam-nos a vida e o sentido do horizonte que se respirava na animação do palco. Fiquei a perceber o valor do totalitarismo. Percebi também que para a sociedade russa a cultura faz parte da vida. Isto é, as pessoas não vão ver um espetáculo apenas para se divertirem, mas sobretudo porque precisam dele para viver. A arte é ar que se respira. Percebi como nunca que os russos são, essencialmente, um povo de artistas.

 

As velhinhas estão na primeira fila, fazendo tricot, e olham para o espetáculo como se olham as telenovelas."

 

 

Moscovo, 20 Abril de 1999

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Links

imagens rasantes

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D