Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

17.10.17

Costa é Herodes e Pilatos!


Fátima Pinheiro

is (23).jpg

 

 

Ontem à noite Costa foi o que é. Com um sorriso posto, nele natural, foi cool e light. Todos sabemos que se tivesse feito o que era já óbvio desde Pedrógão, esta segunda tragédia não teria atingido tal dimensão. Vem agora dizer que a partir de sábado se avança. Não desejo nem quero que Costa e a Ministra vão para o inferno. Nem que morram num fogo, ou que sejam julgados pela Inquisição. Só quero que saiam e vão roubar para outro lado. É tempo de soluções, disse; esta seria a melhor. Estas pessoas não têm categoria. E o Presidente também segue nisto.

Não interessa agora o luto nacional. E o luto pessoal? Aparece a rir e a dizer que agora é que é? Que pronto, agora com o Relatório nas mãos, que no Sábado o governo reune extraordinariamente. Reunem mas é ordinariamente. E o Relatório para aqui e para ali. Entretanto vão morrendo mais. Resilientemente, sem ajuda. Auto-protegem-se, como diz o outro, o Jorge Gomes.

Não enganam. E outros fogos vão lançando outros fogos. O Orçamento chuta para a frente e quem arde vão ser outros. Costa consegue a proeza de ser Herodes e Pilatos. Manda matar inocentes e lava as mãos. Chamam a isto habilidade política? Eu chamo outra coisa, mas não digo porque é feio, muito feio.

Qual é o interesse nacional, hein? O voto. A vulnerabilidade é a essência do humano, bem disse o Papa na Colômbia.

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

8 comentários

Comentar post