Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

23
Ago14

Ponham a Angelina Jolie na capa, e vai ser Upa, Upa...

Fátima Pinheiro

Ontem comprei o "Sol". Coisa rara em mim. Guterres vende. E vende cá e lá. Aquelas garrafais são irresisitíveis. E um jornal de papel terá sempre lugar garantido. Aposto que a tiragem ontem aumentou. Depois de ler o artigo e os restantes, até que fiquei um bocado desiludida. Quanto a jornais de papel mantenho-me fiel à Actual e à Revista do Jornal de Ricardo (irmão do outro Costa, que gosta do António do "Sol"; isto até dava uma novela género "Poder e sedução", mas hoje não). Mas não me arrependo de o ter comprado. E se para a semana puserem a Angelina Jolie na capa, eu compro outra vez. E a tiragem sobe. E quando ela vier cá a Portugal em plena campanha? Upa, upa.

Não conheço Guterres. Mas o que sei é que andou a fazer o bem. O bem da ONU (ontem até li, coisa rara em mim, o artigo do Vicente Jorge Silva). E como cada um de nós precisa cada vez mais de refúgio e justiça, nem mais. A cadeira será dele. Por acaso tinha visto ontem uma notícia sobre os assessores de Cavaco em que se criticava o facto de ele ter aquele rol de assessores e uma que estava de belas pernocas ao leu, mesmo sentadinha ao lado desse meu Presidente, a receberem já não sei quem.

Em 2005 e 2006 vai ser a dança das cadeiras, e vira o disco e vai tocar o mesmo. Deus queira que me engane. Basta ter dedo e meio de testa, que é o meu caso, para imaginar o que vai acontecer. Mas como a imaginação é "a louca da casa", nunca se sabe. Sei é que não é preciso muito esforço e que a dança é tipo "Vira", dança tradicional portuguesa, que nos está no sangue. Mas também se assemellha ao "passo doble", também quase nossa tradição, pelo que de nós compra o nosso vizinho. E que este passo tem sido o que PS e PSD têm praticado. Não é o Júlio Iglesias que canta "às vezes tu, às vezes eu"? Ou o Marco Paulo: "eu tenho dois amores"?

Nem sei porque é que puseram o Lello a criticar tanto o Marinho Pinto - e continuo no "Sol" de ontem. "Trauliteiro", diz Lello que é o que Marinho é. E quem fala assim de outra pessoa, o que é? E depois com direito a entrevista e tudo (o Lello). Eu sei, eu sei, até ao lavar dos cestos é vindima; ou que "mais vale prevenir que remediar". Que bem metido que foi este manifesto desejo de se candidatar. Isto é que é política. Foi mesminho depois dos "escândalos" (ups, engasguei-me) de Barroso. Mas não vou falar hoje deste rico e transversal tema: os escândalos. Ah, já agora quando quiserem dizer mal de Barroso, queridos jornalistas, ponham a fotografia do filho "certo". Eu sei que eles são parecidos, mas andam a pôr a fotografia do do meio, e não é esse que trabalha no Banco de Portugal, é sim o mais velho.

E já que falo de jornalismo, parabéns ao "Observador": jornalistas (mesmo) como José Milhazes não há muitos. E já vi pelo menos dois excelentes artigos dele lá. Assim sim. Não é o dinheiro e o poder que fazem um jornalista. Aliás, dinheiro e poder podem estar ao serviço de tudo e são coisas boas, como em tudo nesta vida. Depende sim de quem os tem. E já não tenho tempo para falar de cultura, que era o que eu queria. Só isto: não gosto de uma espanhola "à frente" da Casa dos Bicos. Saramago é bom e é português. E o "caso" Saramago é claro como água, para quem sabe o que é literatura, e para quem efetivamente leu Saramago...

E ainda gostei muito menos daquela fotografia que passou em tudo o que é "media", dela, "a presidenta" Pilar, agarrada a António Costa, mesmo em frente a esse monumento num dia em que ele lhe dava as chaves, ou coisa assim. Prefiro Guterres a posar com Angelina em frente a Belém, ou, quiça, a comer um pastel de nata (bolo rei "jamais"). Ela é gira, ele também, e eu sou muito generosa e pelo-me por uma boa emulação. Escândalos, Saramago e Jornalismo, ficam para a próxima, que alguém chama por mim. Não tenho a certeza, mas só uma pessoa poderá derrotar Guterres. Voltarei a isto.
Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Links

imagens rasantes

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D