Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

26.10.17

Start up person?


Fátima Pinheiro

 "Passar o dia a apagar fogos" é uma expressão que ouvimos e dizemos. Eu acho que está bem e mal.  Depende dos fogos. Os bons, é deixá-los  arder. Quanto aos outros quero dizer duas coisas. Para concluir com uma necesidade que se deve transformar em exigência de vida.

 

Apagar fogos pode ser resolver urgências, tapar coisas mal feitas, por água na fervura e por aí. Seja com que intenção  for. O preço é muitas vezes esconder o que não deve ser escondido.

 

O nosso País, eu, todos, somos muitas vezes elogiados pelo improviso e  desenrascanço. E até achamos  graça. Mas não tem graça nenhuma. Revela falta de profundidade, ausência  de  horizonte, não querer limpar debaixo do tapete. Não me meter em trabalhos.  Os outros que façam. Somos muita vezes uns Pilatos.

Eu sei que a vida nao cabe numa excell, mas haja senso, ou seja estratégia. Parafraseio o saudoso Diogo Vasconcelos.  Ser  uma  star  up  person. Tino, estrategia e amor. Produtividade com cara  de pessoa.  Vamos a isso!! Produtividade com sentido.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

2 comentários

Comentar post