Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Renovai-vos pela transformação espiritual da vossa inteligência e revesti-vos do homem novo (Ef 4, 23-24).

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

21
Mai18

O que têm comum um casamento, um jogo e um cardeal?


Fátima Pinheiro

 

 

 

27459480_1728868527164567_11728636285199034_ntarte

 

Aparentemente nada. Contudo há uma coisa em comum. Mostram que o inesperado acontece, que a imponderabilidade é, afinal, um fator a ter em conta. Em Portugal, a que me refiro hoje, também.

Um jogo no qual um Clube  pequeno ganha ao historico Sporting, uma Taça  que faz vibrar Portugal. Um casamento que encheu de sangue negro uma Igreja de sangue inglês. Um bispo de um pequeno país como o nosso, que passa assim  a ter quatro cardeais. Desportivo das Aves, Megan e D.António Marto. E tudo no espaço de uma semana.

E haveria mais a referir. A Eutanásia e António Costa. Ineperadamente ficamos ontem a saber que o primeiro ministro, que tem criticado a especulação imobiliária, ele próprio entrou num negócio desse tipo .  E a eutanásia, porque vai ser discutida a eutanásia no Parlamento, com a hipótese que venha a ser permitida em Portugal, quando só o é em seis paises, que estão assim no top do atraso civilizacionalImporta lembrar que a sorte protege os audazes.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
17
Mai18

O Aves que se recuse!


Fátima Pinheiro

 

luto.jpg

 

 

Portugal jardim à beira mal plantado assistiu a uma devassa sem memória. O leão à solta quiz mostar que é rei. E o jardim assiste impávido e sereno. Sim, assiste apenas! É que uma indignação não basta. Para grandes males grandes remédios. Os dois pesos e duas medidas é uma sacanagem. O fisco é tão célere a cobrar que custa, por outro lado, a justiça ser tão coxa. Segunda-feira resolve-se, oiço. Quê? Segunda é tarde, caramba!

De que estamos à espera? Que o Sporting ganhe a taça? Não se brinque. Não há condições para haver jogo. O Aves que se recuse. E hoje mais não digo. Estou de luto. Bruno de Carvalho continua à solta

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
16
Mai18

Bruno Carvalho conseguiu o que queria?


Fátima Pinheiro

Taça-de-Portugal-1.jpg

 

 

Chamar a atenção conseguiu. Bruno muito trabalhou para isso. Uma máquina montada. Um visionário. De facto,  não se fala noutra coisa. As  luzes estão todas a apontar para ele. Já ninguém se lembra da Eurovisão, de Costa, das operações Marquês e companhia (la vie en rose continua). Eutanásia no Parlamento, hein?

Bruno quer a Taça no Domingo. Vai ter? Não.

Não há adjectivos para o que aconteceu ontem  em Alcochete, e no festival televisivo que  tudo seguiu a par e passo. O Alto Pres falou por volta das 22. Que o crime faz parte da vida ( da vida dele, não tenho dúvidas), que foi uma chatice as famílias, as dos jogadores e a sua a telefonarem para saberem o que se estava a passar. Uma chatice! 

O presidente da Assembleia a dizer que é para esquecer até Domingo, e que no dia seguinte falamos. Percebo. A taça vem em primeiro e os meninos sabem o que vale. Tudo a apoiar e a ajudar ao título. Quanto mais me bates...

Não devia ser assim, nada justifica o crime de ontem. Se fosse eu, Bruno ia preso,  Jorge de Jesus vinha contar tudo, Rogério Alves falaria sem delicatesses. Mais, não haveria jogo nem taça. Ia tudo de castigo e os jogadores para recuperação. Taças há muitas. A do terror já  ninguém  a tira aos leões e a Portugal. Falta só a selfie de outro Alt Pres.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
19
Mar18

As embaixadas e os diplomatas


Fátima Pinheiro

 

10640991_799219680129461_2320686734157267130_n.jpg

 

 

Francisco Seixas da Costa pergunta se Portugal deve fechar as embaixadas. Que os diplomatas ganham muito, etc etc etc. Quem é diplomata responderá melhor que ninguém. Óbvio que não se devem fechar. O embaixador e ex- governante demonstra por a + b que não. Não tenho nada a acrescentar. Só duas coisas. Muita coisa teria então de ser fechada. E, aqui sim grave, muitos diplomatas deviam mudar de ramo. Não é qualquer um que sabe representar Portugal. Quem manda páre, escute e olhe.

Nunca vi profissão onde os critérios são tão relativistas como na carreira diplomática. Entendo que é precido establecer uma espécie de gramática diplomática onde se esclareça o que é representar Portugal. Como se pode pode representar algo  se se ignorar bom senso e bom gosto? E last, but not the least, é preciso saber, mas a diplomacia é uma arte. Conheço poucos. E conheço um em especial  a quem Portugal deve muito e a quem eu devo, em parte, três filhos. Graças a Deus é o nosso embaixador em Moscovo. O nosso homem na Rússia. Estamos bem entregues neste periodo difícil. Não ganha a mais e não mete dinheiro ao bolso. E fico por aqui.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
07
Dez17

Qual o segredo de Cristiano?


Fátima Pinheiro

 

 

cris.jpg

 

Portugal é bom. Não o troco por nada. E ultimamente tenho pensado nesta coisa de Portugal estar na  moda. Pelas razões que todos sabemos: portugueses a ocuparem lugares de destaque em organizações internacionais, destino turístico nos tops, websummit "instalada", Fátima (se bem que com nuances...). Poderia continuar. E Ronaldo?

Já aqui escrevi muito sobre ele. Acho muito mal instrumentalizá-lo. E em termos de valor enquanto pessoa, vale tanto quanto um Zé. E também acho muito mal ele andar a comprar filhos e a privá-los de mãe. Com esta menina foi diferente. E quer ter sete filhos. "Vê lá, não compres! Família é família!".

Todos construimos este país. Nada devemos uns aos outros, é verdade. Somos adultos. Mas também é verdade que há quem não dê uma para a caixa. Por isso é verdade que em certo sentido devemos.

A  Cristiano Ronaldo tenho a certeza que devo. Não sei os números mas tenho por certo que o menino de ouro contribui para esta notoriedade do meu país. E estimo a sua generosidade. Merece a quina, logo!

Por último a lição de Ronaldo é pôr o seu talento a render. É o seu segredo. Como faz? Trabalho, trabalho, trabalho. Imaginem cada um de nós a fazer como ele! Sem modas. Talento e trabalho. A construir um Portugal sólido. De golos de felicidade, de homeplus...

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
08
Nov17

Websummit sim, mentira não!


Fátima Pinheiro

medicos.jpg

 

 

Greve dos médicos à porta da Websummit! É só uma sugestão. Este Portugal tão surpreendente não tem nada para esconder. Ou terá?

Somos tão amigos uns dos outros, estão em Portugal os grandes do mundo...Abraços e bejos, beijos e abraços.

Eu sei que esta Cimeira não brinca e que pode vir a ser um trunfo para a resolução de problemas. Mas não está a par de tudo o que se passa. No meio vão surfar, o que é muito bom mas importa abrir o jogo.

Portugal não é só "wonderful, sun, amazing". Há pessoas a "surfar" nos Hospitais de Portugal. Agora. 

Há fogos que não se apagaram por incúria.

Websummit sim, mentira não.

Queremos consultas e as cirurgias que estavam programadas a serem feitas. Assim não dá.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
07
Nov17

Websummit: a House of Cards


Fátima Pinheiro

 

 

 

WIN_20171107_10_48_53_Pro.jpg

 

 

Está lá tudo. De uma forma ou de outra, nada falta. As cartas, o jogo, vai começar. Abrem-se palcos e discursos. 1.600 empresas de todo o mundo, 270 são portuguesas, encontram-se lá para negócios.  Mas ontem foi já a Abertura. Prometeu. Mas do que vai acontecer não sabemos. Agora que a tecnlogia não deve esquecer a vida, que a inteligência é um conceito crucial, e que não é monololítica, que a inteligência artificial pode ser perigosa, como afirmou ontem Stephen Hawking, não será um bom mote? Que Lisboa e Portugal têm tamanho, é bom ouvir. E da boca dos nossos portugueses que já ontem discursaram, ouvir que a Beleza tem nome é muito bom. Não disseram bem que nome é, mas que passa pelo caminho do tornar tudo simples, é muito, muito bom.

No fim o balanço. Vamos ver. Quem é avesso ao que a tecnologia e o bem  nos podem trazer? As sementes, de muitas nunca saberemos o futuro. Hoje daqui pouco vou conhecer a Sophia, estou curiosa, mas de uma coisa tenho já a certeza: não quero morrer nos seus braços. Nos teus, Kevin Spayce, poderá ser. É mesmo preciso saber jogar...

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
30
Out17

Bateria no meu Peito


Fátima Pinheiro

rio.jpg

Sim é sobre Rui Rio e Filomena Cautela, no "5 para a meia-noite". Foi na semana passada, passou no meu feed de notícias. O meu facebook mostra-me o que me querem mostrar. Facilita-me a vida.

Hoje quero dizer duas coisas, uma sobre Rio, outra sobre Cautela. E ficamos a saber quem, à meia-noite, passa a abóbora. Nem de propósito, em onda de Hallowen, mas com Cinderela em Horizonte, a coisa do sapatinho a caber.

Filomena. Dita e feita para o programa. Um sex appeal muito inteligente, de dentro, do peito. Noutro registo: que miúda gira! E não é para todos. É preciso talento mediático. Mas hoje não escrevo sobre o programa. Digo apenas que tem estilo, tem espaço e revela potencial. Tipo americano, mas potencialmente inovador.

Rui Rio. Afinal é um tipo cool,  com um "lado A" relax e fofinho. E gosta de Bateria! Ai que maravilha. Desceu a Lisboa, em Campanha. Ficou bem no retrato, os presentes, incluido as apresentadoras, não podiam ser mais apoiantes. Eu não sei quem escolhe os convidados, mas que cheira a apoio a Rio, disso não duvido. Cheira-me a coisa organizada, pensada; ele, leio noutros sítios, considera-se estável. Tudo dito. E o título do excerto que o "5 para a meia-noite" destacou é este: "Rui Rio: 'Preferia fazer os debates com o Santana Lopes'.” Fora de contexto é mentira. Rio recusou debater com Pedro Santana Lopes.  Chama-se a isto induzir em erro ou manipulação. É muito feio. Cautela!

Não disse nada de jeito, ou de peso, eu. Mas verifiquei mais uma vez que nada  é por acaso. E dá-me a ideia que as preferências  - estávamos na RTP -  são óbvias.

Perfeito coração bateu no meu peito? Só no da Cautela.

Preparem-se para cenas destas que mais não são do que  "uma asa que não voa/Esmorece e cai no mar"

Eu sigo o que o a Amália canta, que quer um perfeito coração a bater. Não corro por menos. E sempre para unir, num sapatinho onde possa caber Portugal, meu Amor na tua mão. 

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
26
Out17

Start up person?


Fátima Pinheiro

 "Passar o dia a apagar fogos" é uma expressão que ouvimos e dizemos. Eu acho que está bem e mal.  Depende dos fogos. Os bons, é deixá-los  arder. Quanto aos outros quero dizer duas coisas. Para concluir com uma necesidade que se deve transformar em exigência de vida.

 

Apagar fogos pode ser resolver urgências, tapar coisas mal feitas, por água na fervura e por aí. Seja com que intenção  for. O preço é muitas vezes esconder o que não deve ser escondido.

 

O nosso País, eu, todos, somos muitas vezes elogiados pelo improviso e  desenrascanço. E até achamos  graça. Mas não tem graça nenhuma. Revela falta de profundidade, ausência  de  horizonte, não querer limpar debaixo do tapete. Não me meter em trabalhos.  Os outros que façam. Somos muita vezes uns Pilatos.

Eu sei que a vida nao cabe numa excell, mas haja senso, ou seja estratégia. Parafraseio o saudoso Diogo Vasconcelos.  Ser  uma  star  up  person. Tino, estrategia e amor. Produtividade com cara  de pessoa.  Vamos a isso!! Produtividade com sentido.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).
09
Out17

Os que estão na mó de baixo...


Fátima Pinheiro

 

A Vida é injusta e muito difícil, dizias. Eu digo-te antes, a vida parece injusta, nós é que não entendemos tudo. Falámos nestes dias das nossas vidas. De política também, que faz parte da vida, é pública, e recentemente muito pública mesmo.  Mas em feliz hora,  o Prémio Nobel da Literatura foi este ano para Kazuo Ishiguro. Precisavamos de um filósofo de boas pretensões e não de um vaidoso qualquer. E que, mais uma vez mostrasse que a vida é literatura, no sentido que o dizer reflecte o que somos de uma forma criativa, inspiradora bela.  Bela, como a vida, que às vezes parece cruel e injusta. A palavra pode mudar,  independentemente da intenção do autor. As coisas mais belas, as mais importantes, não dependem de nós. E são elas que nos fazem correr. Isso sim, depende de nós.

E aqui para nós. Só está na mó de baixo quem quer. A vida é um moinho. Ponho aqui para mim e para ti. Não, não fico à beira do abismo. Ainda o Nobel e as razões da academia : a Academia informou em comunicado que Ishiguro recebeu o prêmio porque "nos seus romances, de grande força emocional, revelou o abismo sob a nossa sensação ilusória de conexão com o mundo".

Neste tempo de incerteza em  que vivemos, como refere o escritor no video que escolhi e postei em cima, importa lembrar que costumamos por uma pedra no passado, quer nas vidas pessoais, quer na História. Isso é desumano. Importa trazer tudo ao de cima, à flor da pele. Doa o que doer.

É esta a literatura que interessa. Dou parabéns à Academia. Não que eu ache que a literatura, para o ser, tenha que ter mensagem. A mensagem, a vida,  é que tem que ser literatura.  E música,  a mais metafísica de todas as artes. 

Tudo tem um propósito. O que anda agora mais nas vistas são as distintas agitações dentro dos partidos. Refiro-me a Portugal. Os que estão na mó de cima, os que passaram para a mó de baixo. É tempo sim de viver, com tudo no prato, e nada debaixo do tapete. A vida é breve e bela demais para jogos e joguinhos.  Chega de espelhos e leituras que não nos levam a nada. Tenho sim saudades do teu olhar, não me deixes ir embora!

Anthony Hopkins um mestre. E ainda Ishiguro, no livro em que usa o esquema fabuloso de uma escola que educa doadores de orgãos (sem que estes o saibam desde o nício), pergunta, pela boca de uma professora: será que temos alma ? 

 

 

 

 

 

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Comentários recentes

  • Narciso Baeta

    A estupidez é uma cegueira do espírito: não mata, ...

  • Anónimo

    O futebol é um dos pratos principais do actual est...

  • Anónimo

    Esse cardeal, é do mais atrasado que a ICAR tem… a...

  • Anónimo

    Eu gostava era de ver o Marcelo "genuíno" a dar u...

  • Anónimo

    Gostaria de mais informações Recebi uma proposta d...

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D