Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

Rasante

De tudo um pouco. Cada manhã. Ao sair da pena, bem cedinho. Tudo me interessa.

28.06.18

Obrigada D.Dolores!


Fátima Pinheiro

 

dolores.jpeg

 

Faz hoje 20 anos que a Vida venceu em Portugal. A 28 de Junho de 1998 os portugueses disseram "não" à liberalização do aborto.

Nestes 20 anos o trabalho daqueles que continuamente lutaram e lutam pela defesa da Vida desde a concepção até à morte natural foi incansável.

E continuaremos a lutar enquanto houver uma mulher que aborte porque ninguém a ajudou!



 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

22.06.18

Portugal - Argentina


Fátima Pinheiro

 

mw-1360.jpg

 

O mundial impõe-se. Tudo é possível. E hoje a Argentina ganhou fôlego. Só faltava uma final que pusesse frente a frente Ronaldo e Messi. Eu prefiro falar de equipas mas quem viu os ultimos jogos de Portugal sabe o que digo. O que seria sem Ronaldo? Pois...

De Messi temos visto pouco. Mas falhar um penalti não é trágico. Eu cá penso que ainda vamos ter a Argentina na final com Portugal.  Mais valia estar calada? Não. Este Blog anda desanimado, os temas nacionais e internacioais são desencorajadores e o mundial é o que está a dar. Eu que não percebo de futebol deu-me para isto.

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

07.06.18

O mundial segundo Dostoiévski


Fátima Pinheiro

seleção em belem.jpg

 

 

O mundial da Rússia está à porta. A Rússia promete. Aliás sempre prometeu. É de Dostoiévski a célebre sentença: "a beleza salvará o mundo". Não estou a dizer que é este ano que acabam os males, mas, digo sim, que melhor é possível. Há condições. Falta apenas uma coisa.

O futebol só faz bem, tirando, clario, as partes podres, que as há em tudo o que é humano. Mas são tantas as coisas boas, também como em tudo o que é humano. Todos nós percebemos o que se passa num jogo. Até uma criança. O bom é: cada um dar o melhor, o espírito de equipa, a estratégia, e certeza de que não há impossíveis. Ronaldo lembrou-o ontem. E frisou que a cada jogo se vai vendo onde páram as modas, por assim dizer. O que acabo de dizer é uma bela metáfora da vida. Bela, porque verdadeira. Aliás, já que estamos na Rússia, a praça "vermelha" quer dizer praça "bela" (vermelho e belo têm a mesma raíz etimológica).

Espero então que este mundial nos traga um retângulo "belo". Não um campo para esquecer a vida, mas para a celebrar. O futebol é também para as nossas vidas serem melhores. Em cada jogo se vai vendo onde páram as modas, cada um  pode dar o melhor, o espírito de equipa, a estratégia, e certeza de que não há impossíveis. 

Marcelo, ontem antes do jantar em Belém,  não pediu a taça, mas algo "mais difícil". É a coisa que falta: que cada um seja o que é. Isto ninguém pode fazer por nós. E não está longe, está nas nossas mãos. E agora também nos nossos pés. Nos 46 pés de 23 belos fidalgos desta Casa Mourisca. Seguramente "factor de unidade".

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

26.05.17

ser o ronaldo disto, ser o ronaldo daquilo...


Fátima Pinheiro

 

IMG_1133.JPG

Este senhor ao meu lado é o José Milhazes.

 

É um desprestígio e uma instrumentalização. Pior, pode levar a um relativismo e a um abuso de poder. Mas está já a entrar nos dicionários, a nível internacional. Nada a fazer. É ela esta: ser o ronaldo disto, ser o ronaldo daquilo. Eu sou prática e pragmática. Não sou um edifício inteligente, mas não sou estúpida de todo. Nem uma purista da língua, tirando a boa comida e um belo beijo. Estou chocada e  desiludida. 

A conversa chegou à União Europeia. O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, disse esta terça-feira que Mário Centeno é o “Ronaldo do Ecofin”, o grupo de ministros das Finanças da UE. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta comparação que o ministro das Finanças alemão fez entre Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".

Fico ao menos com a informação oficial de que há consenso universal no que respeita ao topo da hierarquia de valores daqueles que alimentam a nosssa democracia. E agora é Centeno a dizer que Portugal é que é o ronaldo da Europa.

 

 

Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13). Exortai-vos cada dia uns aos outros, até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).